quinta-feira, 6 de junho de 2013

DIY ou Faça você mesmo!

Outro dia vi um blog de um cara que fez na garagem de casa um carro esporte (link aqui). E nem era um carro simples, ou elétrico, e sim um putcha roadster que rivaliza com porsches e ferraris! Quanto mais eu via as fotos, mais eu pensava: -Deve ser muito tempo livre! O tal carro foi feito com peças de sucata (!?) e vai de zero a 100 em 6,5 segundos. Uma versão nacional de um carro caseiro recentemente também saiu nos jornais. É o Caveirão, feito pelo agricultor Areudo Rodrigues (link aqui). Feito de madeira e sucata (plausível!), ele não alcança 100km/h porque usa motor de motocicleta.
Carros caseiros. O americano Ariel Atom, e o cearense Caveirão.
Os projetos tem suas diferenças são muito diferentes, mas ambos trazem um ponto inicial muito forte: A capacidade de criar com as próprias mãos. Eu sei que a versão brasileira parece um brinquedo, comparando as fotos. Mas o Areudo está de parabéns, por ter tirado a bunda da cadeira e ter tido a coragem de terminar seu feito.

"Sem saber que era impossível, foi lá e fez"

Uma impressão que tenho desse novo milênio é que cada vez temos mais tecnologia e cada vez menos fazemos nossas próprias coisas. É até irônico ver o que ocorreu com a computação: Antigamente existiam pouquíssimos computadores, e todos os usuários sabiam programar (ou pelo menos entravam em contato com o código-fonte dos programas). Hoje os computadores invadiram todos os cantos possíveis, chegando a ser comum uma casa ter um computador por habitante (ou até mais). Mas esses computadores estão todos servindo de acesso ao Facebook, e uma parcela mínima ínfima programa suas próprias soluções. 
Não precisa ir muito longe para constatar isso. Qual mãe nos dias de hoje faz o bolo de aniversário do filho? Nenhuma! Ninguém faz nada! Compra-se tudo pronto! Ora... poucos hoje em dia se propõem a instalar um player de blu-ray, quiçá instalar um chuveiro elétrico. Estamos dia a dia perdendo a capacidade que garantiu anos de evolução: A capacidade de criar nossas ferramentas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é responsável pelo que posta. Com um grande poder vêm grandes responsabilidades. Mesmo assim qualquer material ofensivo, ilegal ou comercial será apagado.