segunda-feira, 15 de abril de 2013

O fenômeno Suricate Seboso e a revolução digital


Junte a imagem mal recortada de alguns suricates, textos com expressões bem regionais, tudo em cima de uma imagem de galáxias (!?) e você terá sua própria versão do meme Suricate Seboso! Estatísticas oficiais de acesso divulgadas pelo grupo mostram a sua força ultra-concentrada na cidade de Fortaleza. Também pudera: as brincadeiras sempre são feitas com base em coisas ditas pelos cidadãos comuns daqui, ou de situações e locais específicos.

Estatísticas do Suricate Oficiais
O sucesso do Suricate Seboso marca uma evolução na cultura digital: A transição da passividade do telespectador de TV para a colaboração e co-criação de conteúdos na Internet. A grande parcela dos assinantes do canal no Facebook (Jovens de âmbos os sexos, entre 13 e 34 anos) é justamente a que cada vez menos assiste televisão. O suricate representa a sua audiência muito melhor que a TV: Fala o que eles falam, gosta do que eles gostam, e sofre o que eles sofrem!

Uma das imagens mostra um grupo de suricates grandes, com um pequenininho próximo. A legenda diz: "A mãe disse que era pro Zezin brincar também. Mas é pra ele ser café-com-leite", expressão que indica que é para pegar leve com ele. Também é comum a escrita literal de como o cearense fala, como em "corra linda da mãe" (ao invés de coisa) ou em "affmaria maxu, nãm!". Porém os erros propositais não assustam professores de português que identificam ali uma originalidade válida de ser registrada.

Os memes com carinhas não são novidade. Desenhos preto e branco representando sentimentos já tomam conta das redes sociais já fazem alguns anos, e eles ainda são uma outra forma de expressão da juventude. Porém são importados, muitas vezes representando situações que não são comuns no nosso país, quiça no estado. Nenhum meme regional alcançou a popularidade necessária para deixar suas fronteiras (nem mesmo o fortíssimo Seu Lunga).

Revolução Digital made in Ceará

O suricate é fruto da evolução das capacidades digitais de expressão. Há 30 anos se você quisesse expressar-se para um grande grupo de pessoas, a mídia resumia-se a fanzines mimeografados e entregues em Universidades ou algo parecido. O pleno domínio dos veículos de comunicação de massa por famílias ou grupos em todo o país impedia até mesmo a criação de uma televisão mais regional.

Com o barateamento de computadores e câmeras digitais, e o fácil acesso a softwares de edição de imagem e vídeo, um documentário caseiro em vídeo, que necessitava do aluguel de uma sala de edição linear, hoje pode ser feito por um adolescente em casa, em seu tempo livre.

Porém foram as tecnologias de publicação e compartilhamento social de conteúdo que deram força aos movimentos Meme. Sua estrutura viralizante facilita a expansão do conteúdo criado, e hoje o Suricate conta com audiências comparável com a de programas globais. É muito poder para um grupo de adolescentes. São 410 mil seguidores em Abril de 2013, a esmagadora maioria em Fortaleza. Praticamente um em cada 10 fortalezenses segue o Suricate, ou algum dos seus muitos imitadores. Porém esse poder foi adquirido da força da criatividade de seus integrantes, e de sua capacidade de fazer humor da desgraça local (uma especialidade dos humoristas alencarinos).

Que evoluções podemos esperar de uma juventude participativa e co-criadora de conteúdo? Se hoje eles estão criando imagens para se divertir e se expressar, nada os impedirá de que quando adultos criem conteúdos que os representem nas suas lutas, anseios e necessidades.

8 comentários:

  1. demais, suricate seboso é só a massa óh, é mó limpeza, shooooww de bola.

    ResponderExcluir
  2. Adoro a página, por que retrata os costumes e dizeres de minha cidade baiana também! :D

    ResponderExcluir
  3. Suricate não é coisa do Ceará, Suricate representa todo o nordeste (assim como sua gangue). Aqui no nordeminas o sotaque do Suricate é bem comum

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu morro de rir com as postagens do Suricate. A mãe do Suricate sempre de tpm... As expressões que ouvi desde que nasci... Pense na saudade que dá da terrinha. (hoje tô morando no sudeste)

    ResponderExcluir

Você é responsável pelo que posta. Com um grande poder vêm grandes responsabilidades. Mesmo assim qualquer material ofensivo, ilegal ou comercial será apagado.