segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Resposta a Ghiraldelli Jr.

Sobre o post http://ghiraldelli.pro.br/2013/02/datena-versus-ateus/

Parabéns. Nunca vi tanta m#%*@ escrita com palavras tão bem escolhidas. Mas não dá para ler e não se questionar:

1. "professores de filosofia não constituem uma minoria, no máximo um grupo profissional [...]  nunca os ateus serão uma minoria". Se os professores de filosofia sofressem preconceito da maior parte da população, por não entender sua forma de pensar, você não soltaria essa pérola. Se o 'clubinho ateu' se mobiliza para a garantia de seu estado laico, temendo um retrocesso de pensamento, isso o faz maior que um clubinho, né? Tenha respeito pelo pensamento. VOCÊ filosofo, se pudesse impedir a queda do pensamento grego, não o faria? Se soubesse que após essa queda passaram-se centenas de anos para um renascimento desse pensamento. Você re-al-men-te chamaria-os de 'clubinho'?

2. "Ninguém se mobiliza contra o ateu, seriamente, por conta dessa fala de Datena". PROVE. Eu provo o contrário, mostrando a guerra de insultos que esse 'comunicador' provocou ao deixar explicito seu preconceito.

3. "As pessoas não perguntam se alguém é ateu ou não [...] para iniciar um relacionamento". Você é professor? Não acredito. Pois TO-DO semestre sou questionado sobre o que acredito por meus alunos. E parece uma prática comum, principalmente entre os evangélicos.

4. "A maioria de nós não tem uma moral laica, mas religiosa, e mesmo que laica, foi nos incutida por meios populares-religiosos". Muito fácil discordar. A moral corrente (Zeitgeist) parece ser religiosa, mas é o contrário: A moral corrente serve de filtro para a moral religiosa ser repassada. É a tal da 'interpretação', que faz com que eu ou você não mais guardemos o sábado, ou que nos permita dar voz e vez as mulheres. O zeitgeist até criou uma novidade: O deus bacana! Ora! Se você ler as diversas escrituras, verá que deus já foi de tudo, menos bacana!

Aguardo resposta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é responsável pelo que posta. Com um grande poder vêm grandes responsabilidades. Mesmo assim qualquer material ofensivo, ilegal ou comercial será apagado.