segunda-feira, 4 de abril de 2011

Por que Asimov é um dos seres humanos a parte?

Esse vídeo de 1988 de Isaac Asimov mostra como ele conseguiu prever o impacto dos sistemas de informação modernos na disseminação da informação. Sites como Wikipedia, com seus artigos linkados, permitindo a navegação de tópico a tópico, são um perfeito exemplo de educação construtivista, onde o estudante busca a informação da sua forma, na sua velocidade e de acordo com os seus interesses. Vejam o vídeo:


Crítica ao vídeo de Asimov

Infelizmente nem tudo são flores. Um crítico poderia bradar que de fato todo esse fácil acesso a informação aconteceu, mas que não houve nenhuma revolução da educação como Asimov preveu. Uma utopia pedagógica, talvez. Hoje temos um mundo inundado de informações cada vez mais rápidas, e a dificuldade não é acessar a informação, mas filtrar o que é relevante e importante para o usuário no mar de dados da Internet. O que houve de errado?

O que Isaac Asimov não previu é que da mesma forma que os sistemas de informação diminuiram a distância entre o estudante e o conteúdo, esses mesmos sistemas diminuiram a distância entre o estudante e os meios de entretenimento! Você hoje tem tudo multiplicado: Se antes conversava com 8 ou 10 amigos, hoje você pode fazer isso com centenas ao mesmo tempo! Se antes você tinha um Atari com 5, 7 cartuchos de jogos, hoje você tem milhares de opções acessíveis a um clique! Se você tinha orgulho de 2 ou 3 revistas pornográficas escondidas, hoje qualquer pessoa pode ter acesso a qualquer tipo de pornografia imaginada! O mundo ficou pequeno com as telecomunicações. Com o advento da internet e seus meios de entretenimento, ele ficou minúsculo e muitas vezes até desinteressante! O mundo através da tela é sempre chamativo.

Vende-se um minuto de atenção

A disputa comercial pela atenção do usuário também atrapalha muito o estudante em busca de conhecimento. São tantas as estratégias de sites como o Facebook para manter seus usuários navegando somente por ali que hoje é normal ver estatísticas de pessoas que passam horas do seu dia em sites de relacionamento.

No final, fica sempre a questão: A escola se tornou um local desinteressante! O mundo lá fora é muito mais interessante, divertido, colorido e musical! A revolução que Asimov preveu tinha tudo para acontecer, se a Internet continuasse não-comercial.

Um comentário:

  1. Muito MASSA!!!
    Aguardo por posts sobre outros "seres humanos a parte".
    ;-)

    ResponderExcluir

Você é responsável pelo que posta. Com um grande poder vêm grandes responsabilidades. Mesmo assim qualquer material ofensivo, ilegal ou comercial será apagado.